https://deco.casafaricrm.com/ContentFiles/6898/1670344196_0.jpg?quality=80&mode=crop

Aqueça a casa com pouca energia

Aquecer o seu lar sem recorrer a energia é impossível. Mas, entre a utopia e a realidade, há um meio-termo e podemos aproveitar todos os recursos disponíveis para nos mantermos confortáveis. Aumentar a temperatura sem fazer disparar os valores da fatura de energia é possível. Como?

  • Durante o dia, abra as cortinas e os estores para deixar entrar a radiação solar e aquecer as divisões. À noite, feche-os, para ajudar a conter o calor no interior. De resto, é sempre importante renovar o ar interior da habitação todos os dias. Faça-o logo pela manhã: mesmo que a casa fique mais fria com esta operação, aproveitará o calor do sol ao longo do dia para a aquecer.
  • A biomassa (lenha ou pellets) é a fonte de energia mais utilizada para aquecimento ambiente em Portugal. Com o recurso a sistemas de queima mais eficientes, como salamandras ou recuperadores de calor, esta torna-se numa das opções mais económicas para o inverno. Se tem uma lareira aberta, feche-a: melhora o seu desempenho e é menos prejudicial para a saúde.
  • A solução mais eficiente para aquecer os espaços é o ar condicionado – com a vantagem que também permite o arrefecimento quando o calor aperta. Para manter o interior confortável, regule a temperatura para 18 a 20 ºC no inverno. Tenha em atenção que quanto mais elevada for a temperatura que pretende atingir no interior, maior será o consumo e respetivo custo com energia.   
  • Se tem um aquecedor elétrico portátil, como termoventilador, convector ou a óleo, utilize-o de forma pontual. O uso prolongado deste tipo de equipamentos tem um peso significativo no consumo e fatura de energia elétrica. Ligue-os quando a divisão estiver ocupada e desligue-os quando sair.